Skip to main content

Em fuga desde a guerra: de Zhytomyr a Bingen

Data:

Author: Michael Rotermund, Head of Communications Germany

Categoria:

Tradução: www.languagewire.com

Alina Zabela
Alina Zabela (sentada à esquerda) com colegas em Bingen, Alemanha.

A GOJYSK.com encontrou-se com uma colega ucraniana, que agora trabalha na Alemanha.

Alina Zabela é 31 anos, mãe de uma filha de dois anos e vem de Zhytomir, uma grande cidade no norte da Ucrânia, a cerca de 100 quilómetros de Kyiv. Atualmente vive em Bingen am Rhein, na Alemanha, onde trabalha na loja JYSK.

Na Ucrânia, era Store Manager em Zhytomyr, onde trabalhou durante nove anos. Agora está em Bingen com o seu filho, a mãe e a tia. O seu marido ainda está na Ucrânia, onde trabalha e é voluntário no exército.

A GOJYSK.com encontrou-se com Alina, Store Manager, Jan Oliver Schluschaß, Deputy Store Manager, Marc Müller e a District Manager Sonja Alina Möll para uma entrevista.

Quando se tornou evidente que teria de sair da Ucrânia?

Alina: "Era o meu aniversário, a 23 de fevereiro, e tudo parecia estar bem. Tivemos também uma visita a Loja Atrativa nesse dia, para a qual nos tínhamos preparado e correu tudo bem. Estava ansiosa por regressar ao trabalho no dia seguinte, mas o meu marido acordou-me às 5 da manhã e disse que tínhamos de sair. Afinal, Zhytomyr não fica longe de Kiev e os primeiros impactos e escaramuças estavam a aproximar-se. A guerra tinha começado."

Para onde foi?

Alina: "Primeiro, para os pais do meu marido. Estava tudo calmo na aldeia, mas, ao fim de uma semana, o local também foi bombardeado. Depois fomos para a fronteira polaca. Uma tia que vive aqui em Bingen foi-me lá buscar com a minha filha. A minha mãe e a minha outra tia vieram mais tarde. A minha tia tem duas casas aqui em Bingen e agora vivo num dos apartamentos com Zlata, a minha filha."

Alina ZabelaJYSK Alemanha organizada

Na Alemanha, a organização da JYSK recebeu uma lista de colegas ucranianos que tinham ido para a Alemanha e ajudou-os a trabalhar em diferentes lojas. Em Bingen, Alina trabalha como Sales Assistant e vende "preferencialmente tudo - exceto colchões, em que os conselhos não funcionam tão bem por razões linguísticas".

Em geral, como funciona o aconselhamento numa língua estrangeira?

Alina: "O telemóvel é o meu melhor amigo. Tenho uma aplicação onde posso falar em alemão ou ucraniano e a aplicação irá traduzir e apresentar o texto. Nem sempre funciona a 100%, mas os meus colegas ajudam-me."

District Manager, Sonja: "A Alina é um verdadeiro furacão e é muito divertido ver como ela se movimenta na zona, como fala com os clientes - por telemóvel e app de voz, com frases em alemão ou com as mãos e os pés - os clientes adoram-na."

Como vê o futuro?

Alina: "Quero regressar à Ucrânia. Tive toda a minha vida lá. Quero voltar atrás. No entanto, as hostilidades ainda estão a decorrer perto de minha casa e a lei marcial foi prolongada até ao final de agosto. Provavelmente vou estar aqui durante algum tempo."

Latest news

Fruzsina

Fruzsina estava no lugar certo, na hora certa

- Um encontro casual com um area manager foi o início da carreira de Fruzsina Mikla na JYSK.

uc

Espanha e Portugal acolhem o Comércio Unificado

- No caminho para o omnicanal, a JYSK implementa com sucesso o Comércio Unificado na primeira loja em Portugal.

Rami Jensen

Atualização do nosso CEO: Marcos e comemorações

- Chegou oficialmente a primavera e temos alguns marcos e sucessos para comemorar.

Adicionar comentário

Mantenha um tom agradável :)

About JYSK

Careers

JYSK Head Office