Skip to main content

"Não podemos permitir que a guerra se torne um novo normal"

Data:

Author: Martin Fyn Aamand, Head of Communications & PR

Categoria: History , People

Tradução: www.languagewire.com

Olhando para trás, o Country Director da JYSK Ucrânia, Ievgenii Ivanytsia, não tem dúvidas de que o ano passado foi "o mais difícil da [minha] vida até agora". 

Ievgenii Ivanytsia
Country Director da JYSK Ucrânia, Ievgenii Ivanytsia.

De um dia para o outro, a realidade mudou completamente na Ucrânia. 

Para o Country Director da JYSK Ucrânia, Ievgenii Ivanytsia, isso implicou de visitar lojas e discutir mobiliário de jardim a fechar todas as lojas para garantir a segurança dos seus colegas. 

"Nos dias 22 e 23 de fevereiro de 2022, fiz visitas de campo às nossas lojas em Odessa, Kherson, Mykolaiv e Nova Kahovka, juntamente com o Retail Manager Kiril Romanchuk, a HR Business Partner Iryna Strokach e o District Manager, Serhiy Marintsev. Estávamos a verificar se as nossas lojas estavam prontas para a época ao ar livre e a acompanhar o progresso do rearranjo da nossa loja em Kherson", recorda Ievgenii numa entrevista do Teams com a GOJYSK.com de uma cave da loja durante um alarme de ataque aéreo. 

De manhã cedo, no dia 24, Ievgenii e a sua família foram despertados por explosões no exterior da casa. Era evidente que a Ucrânia estava agora sob invasão. 

"Enviámos mensagens de texto entre a equipa de gestão, tentando coordenar as nossas ações e decidimos rapidamente fechar todas as lojas nessa semana. Tudo era pouco claro. Os nossos colaboradores da sede estavam a recolher os seus computadores portáteis das suas secretárias, enquanto ouvíamos os helicópteros e o ruído das aeronaves no ar", afirma Ievgenii. 

"Continuamos a trabalhar" 

Antes do deflagrar da guerra a 24 de fevereiro de 2022, a JYSK Ucrânia tinha 85 lojas em funcionamento no país, além de três novas lojas em construção e uma loja em remodelação. 

Um ano mais tarde, a JYSK Ucrânia reabriu a maioria das lojas e planeou abrir três novas lojas até ao final do ano financeiro em agosto. A 31 de janeiro de 2023, havia 83 lojas abertas na Ucrânia. 

"Continuamos a trabalhar, continuamos a assinar novos arrendamentos, a abrir novas lojas e a reorganizar as lojas existentes. Continuamos a servir os clientes, fornecendo-lhes produtos críticos e apoiamos o estado. A JYSK Ucrânia também apoiou muitos projetos de beneficência, incluindo migrantes, hospitais e museus. A JYSK Ucrânia também envolveu clientes fiéis ao promover e recolher fundos para financiar projetos socialmente responsáveis", afirma Ievgenii e acrescenta: 

"Pode surpreender muitas pessoas, mas, apesar de tudo, a JYSK Ucrânia está atualmente a seguir todas as rotinas, calendários e políticas da loja, como qualquer outra organização nacional da JYSK." 

Ievgenii Ivanytsia
Durante o último ano, Ievgenii Ivanytsia (à esquerda) tirou muitas selfies de grupo com os seus colegas na Ucrânia.

Sem comprometer a segurança 

O que a JYSK Ucrânia pretende nas lojas é que os clientes não vejam qualquer diferença na experiência de compras em comparação com o tempo de pré-invasão. 

"Dizemos que a JYSK desempenha um papel terapêutico importante para os ucranianos. Vemos clientes e visitantes a ficarem descontraídos e a sorrir quando entram nas nossas lojas. Os clientes estão gratos à JYSK por as nossas lojas estarem abertas e por termos ficado ao lado da Ucrânia durante estes tempos difíceis", afirma Ievgenii. 

No entanto, apesar da vontade da equipa da JYSK Ucrânia em abrir lojas e ir trabalhar durante o tempo de guerra, Ievgenii sublinha que não comprometem a segurança. 

"A segurança dos nossos colaboradores é sempre a prioridade da JYSK Ucrânia. Com este foco, todas as lojas onde pudéssemos garantir a segurança relativa dos funcionários e clientes foram reabertas durante os primeiros meses. Os funcionários e os clientes tiveram de se habituar às lojas que fecham durante os alarmes de ataques aéreos quando todos devem procurar abrigo. Ainda temos algumas lojas fechadas porque foram destruídas ou estão demasiado próximas da linha da frente", explica. 

Ievgenii Ivanytsia
"Não podemos permitir que a guerra se torne o nosso novo normal", afirma Ievgenii Ivanytsia (à esquerda).

Não é um novo normal 

Numa perspetiva exterior, ir para o trabalho pode parecer a última coisa que gostaria de fazer durante a guerra. Mas isso não foi certamente a experiência de Ievgenii. 

"Lembro-me de como os funcionários ficaram felizes da primeira vez que puderam regressar ao trabalho, para receber os clientes e os seus colegas. As pessoas precisam de fazer algo útil para se sentirem felizes", afirma Ievgenii. 

Também destaca a atitude e a personalidade dos seus colegas como um dos principais motivos para as suas atividades contínuas. 

"A JYSK reúne pessoas fantásticas, positivas e trabalhadoras na Ucrânia, que não conseguem ficar paradas sem fazer nada. É mentalmente mais fácil sobreviver a esta época difícil quando estamos ocupados e fazemos um trabalho necessário do que não fazer nada", afirma. 

Ainda assim, apesar de o desempenho dos seus colegas ser impressionante em tempo de guerra, ainda anseia por dias mais alegres. 

"É tão triste ver que os ucranianos estão a habituar-se lentamente a viver numa guerra, em que estamos rodeados de tragédias e escuridão. Não podemos permitir que isto se torne o nosso novo normal", afirma Ievgenii.

Mapa da Ucrânia
Neste mapa da Ucrânia, as lojas em funcionamento são marcadas a verde; as lojas fechadas temporariamente a amarelo; fechadas permanentemente a vermelho; e as novas lojas a partir de 24 de fevereiro de 2022 são assinaladas a azul.

 

Latest news

JYSK Farum with new strategy poster

Adicionamos mais um andar e novas palavras à nova JYSK House

- Em todas as lojas, centros de distribuição e escritórios há um novo elemento importante a caminho.

David Olsson spelar parabordtennis

O sonho paralímpico de David continua vivo

- O jogador de ténis de mesa David Olsson, Sueco e com 23 anos ainda não se conseguiu classificar para os Jogos Paralímpicos, mas o sonho permanece vivo.

Fruzsina

Fruzsina estava no lugar certo, na hora certa

- Um encontro casual com um area manager foi o início da carreira de Fruzsina Mikla na JYSK.

Adicionar comentário

Mantenha um tom agradável :)

About JYSK

Careers

JYSK Head Office